Pré-Produção: Um Guia Básico Para Começar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

*Trecho retirado do livro The Music Producer’s Handbook de Bobby Owsinski

Talvez, o tempo mais importante em todo o processo de gravação é o tempo antes de gravar de verdade, que é conhecido como pré produção. Quase sempre, quanto mais tempo você gasta em pré produção, mais suave e fluida a gravação será.

É em pré produção, onde as músicas são escolhidas, arranjos trabalhados, e onde você aprende tão bem as partes que a única coisa a se concentrar durante a gravação é o desempenho.

A pré produção, por vezes, é muito mais do que o processo de trabalhar nas canções. Para um produtor trabalhando com um novo artista ou banda, é um momento de conhecer um ao outro.

Conhecendo você

É importante para o produtor aprender os gostos e desgostos do artista, seja comida, música ou política, bem como os seus hábitos de trabalho e idiossincrasias. Sabendo estas coisas, pode ajudar o produtor a determinar o quão longe pode ir com um cantor, ou descobrir o que obtém o melhor desempenho do guitarrista, ou os sinais de quando o baterista está ficando cansado, ou os problemas com os estresses do dia e se afastar um pouco.

Se você estiver indo trabalhar em uma colaboração com um artista, mesmo por um curto período de tempo, quanto mais você sabe sobre ele ou ela, melhor você pode servir ao projeto.

Um dos aspectos mais importantes de conhecer um artista está em aprender sobre a música que ele ama, suas influências, e o que está ouvindo agora.

Uma das maneiras mais eficazes que eu ouvi para fazer isso nos dias de hoje, que são nostálgicos aos discos de vinil era o produtor ir à casa do artista e jogar um monte de álbuns da sua coleção no chão e lhes fazer descrever o que eles gostaram e não gostaram sobre cada um deles. Você ainda pode fazer isso com CDs ou uma playlist do Spotify. Entre as perguntas a serem feitas podem ser:

O que você gosta ou não gosta sobre o artista que você está ouvindo?

Quais arranjos você gosta no som?

Quais são alguns dos seus discos favoritos? Por quê?

Quais são as suas maiores influências? Por quê?

Se você já tem um portfolio como produtor, o que o artista pensa sobre você?

Por quê?

Claro, você pode adicionar um número de questões adicionais, mas você enxerga onde isto está te levando? Esta é a informação que você precisa para ajudar a alcançar a visão do artista.

Entregue um ponto de referência comum para que você pode dizer: “Vamos dar um som como a guitarra em Boys don`t cry do The Cure”, e taí o artista sabe exatamente o que quer dizer, porque você descobriu na pré produção que é uma de suas canções favoritas.

Ou se o artista diz: “Podemos obter o som como do Arctic Monkeys em Still Take You Home?” você saberá exatamente o que ele está falando.

A seleção das músicas

pré produção
Fonte: dailymail.co.uk

A seleção das músicas para o projeto é geralmente uma função de quanto tempo de pré produção você tem. Se você não tem um prazo para se preocupar, você pode trabalhar em canções que têm ganchos fortes, mas que tem arranjos ou estrutura incompleta ou fraca.

Se você não tem muito tempo, você pode olhar apenas as músicas que estão na forma mais digna de gravar, que você sabe que você pode facilmente gravar e vai parecer bom.

Composição

Compor é um ofício, e fica melhor quanto mais você fizer isso, você aprende o que funciona e o que não funciona. Normalmente, quanto mais você grava, mais sintonizados seus ouvidos começam a perceber arranjos, portanto, um artista ou banda que está no quarto álbum, terá canções que são muito mais coesas do que um artista ou banda no seu primeiro registro.

Por conta dessa experiência, as músicas vão estar em melhor forma, todas as alterações podem ser feitas mais rapidamente, e o tempo de pré produção será menor.

Geralmente é uma boa idéia trabalhar pelo menos uma música adicional diferente das destinadas a gravação. Há duas razões para isso. Primeiro, se uma música escolhida não soa direito durante o progresso do álbum por algum motivo, você tem uma alternativa disponível.

Em segundo lugar, às vezes você tem um pouco de tempo extra durante a gravação das bases onde você não tem tempo suficiente para setar overdubs, por isso é bom ter uma música extra para aproveitar a oportunidade de usar aquele mesmo setup.

Os ensaios de pré produção

O ensaio de pré produção é onde a maior parte do trabalho pesado do projeto será feito. Este é o processo onde as canções se encaminham até serem consideradas prontas para gravação. Aqui estão uma série de dicas e truques para obter o máximo proveito do seu tempo de pré produção:

Você tem que ouvir a si mesmo

É realmente difícil para os músicos ouvir as nuances de suas partes e como eles se integram com todos os outros da banda se eles não podem se ouvir e ouvir todos os outros igualmente bem.

Um dos problemas que as bandas jovens tem é achar o volume certo antes de aprender uma música ou fazer qualquer alteração nas partes ou arranjos. Descobri que é melhor aprender a música ou alterar as partes em nível baixo primeiro, para que todos possam ouvir as partes uns dos outros.

Em seguida, jogá-lo em seu volume de fase normal assim que as coisas são trabalhadas. Isto vai poupar muito tempo mais tarde, quando você está tentando descobrir por que algo não está soando direita e você tem que ir faixa por faixa, parte por parte, para descobrir por que.

Na verdade, às vezes os melhores ensaios são os que tem apenas violões e pads de bateria em uma sala de estar qualquer. É surpreendentemente eficaz, já que é fácil de ouvir o que todos estão tocando e especialmente fácil de ouvir os vocais (funciona muito bem para harmonias). Claro, bandas que já tocam por um tempo juntas fazem isso muito mais fácil do que músicos que tocam juntos a pouco tempo.

Prática em Roda

Uma boa técnica de ensaio é fazer uma roda em que todo mundo está olhando uns aos outros, em vez de você montar como seria no palco. Isso permite que todos possam se ouvir muito bem.

É também a maneira que quase todo mundo grava, já que é tão importante ter contato visual quando você está fazendo um take. Tocando em roda, normalmente significa que todo mundo tem que controlar o seu volume um pouco para que eles não sobrem nos seus companheiros de banda.

Algumas dicas de ensaio

Não importa que tipo de música você está produzindo, aqui estão algumas dicas de ensaio para ajudar que as coisas vão um pouco mais suave e que possa tirar o máximo proveito do seu tempo de pré produção.

Ao executar uma música, pare logo que ver uma falha, e trabalhe nisso. Fale sobre isso para ver o que todo mundo está tocando. Em seguida, toque apenas essa parte até que todos percebam.

Às vezes, o problema pode estar no meio ou no final de uma parte, por isso, se eles são capazes de tocar apenas aquela parte, ótimo. É muito fácil para trabalhar. A maioria das bandas só consegue entrar na parte se contar uns quatro compassos antes ou mesmo começar no início da parte. Tudo bem, o que for preciso para tornar as coisas em um grande som!

Encontre a parte da canção que precisa de mais trabalho e concentre-se nela primeiro. Retarde o tempo(bpm) da música até onde se torne fácil tocar. Em seguida, traga até a velocidade normal quando todos puderem tocar de forma limpa.

Às vezes, é melhor começar com o refrão, especialmente o pré refrão, uma vez que normalmente se repete. Se uma banda está trabalhando em grose ou ritmo, o pré refrão é a seção da música mais tocada de qualquer maneira e, provavelmente, tem o gancho da música, por isso é fácil de lembrar. Começando com o pre refrão pode lhe dar confiança sobre tocar o resto da música.

 
No Posts Found
Dicas e Sacadas

Crie Música Profissional de Ponta a Ponta

Se você é compositor ou faz trabalho autoral numa banda, com certeza pensa em lançar sua música de forma profissional, seja disponibilizando elas para download

 

não vai deixar
seu autógrafo?

cursos gratuitos, networking, materiais de trabalho, diagnóstico, rede social... .. em 1 minutos você cria sua conta, é rápido